Manejo ecológico de insetos-pragas: reconhecimento, danos e controle - Parte III (2023)

Plantas saudáveis produzidas em solos com vida e, em ambientes equilibrados, normalmente, não são atacadas por pragas. No entanto, caso ocorra desequilíbrio do meio ambiente e surjam pragas causando danos aos cultivos, deve-se, em primeiro lugar, antes de iniciar um controle, reconhecer qual os insetos que costumam sempre provocar prejuízos à sua lavoura. Inspeção periódica na horta, deve ser realizada procurando-se detectar e conhecer os hábitos das possíveis pragas existentes, época de maior ocorrência, fase do desenvolvimento que causa maiores danos (larva, ninfa ou adulto), e plantas hospedeiras que se encontram próximas da lavoura. A maior parte das pragas ataca geralmente na primavera, estação do ano de fertilidade e de grande atividade na natureza. Elas podem causar vários danos nas plantas, além de favorecerem o surgimento de doenças, principalmente as fúngicas. As principais pragas que podem causar danos às hortaliças são: grilos, paquinhas, lagarta rosca, vaquinhas, pulgões, lesmas, curuquerê-da-couve, broca das cucurbitáceas e do tomateiro, traça das crucíferas e do tomateiro, lagarta-do-cartucho, mosca-branca, mosca minadora, tripes, ácaros e formigas cortadeiras.

Grilos: com aparelho bucal mastigador, o adulto apresenta coloração marrom e pode medir até 2,5 cm de comprimento, sendo as pernas posteriores saltatórias. As fêmeas colocam até 970 ovos. O ciclo completo de ovo a adulto pode atingir a 90 dias. São polifagos (atacam várias plantas). Danos: tanto o adulto como as formas jovens apresentam hábitos noturnos, atacando preferencialmente sementeiras e viveiros, destruindo as raízes e plantinhas.

Paquinhas: também com aparelho bucal mastigador, o adulto tem asas marrom-escuras e mede cerca de 3 cm de comprimento. As pernas anteriores são escavadoras e as posteriores saltatórias. Possuem hábitos diferentes dos grilos por construírem galerias subterrâneas, entre 5 e 20 cm de profundidade. O ciclo biológico pode alcançar em torno de 10 meses, sendo a época de maior ocorrência de setembro a abril. Apresenta também hábito polífagos (atacam várias plantas. Danos: adultos e ninfas alimentam-se principalmente de raízes. Às vezes cortam pedaços da parte aérea da planta e carregam para seus túneis. Ocorrem geralmente em reboleiras.

Manejo de grilos e paquinhas : com extrato de pimenta; coloca-se uma quantidade de pimenta malagueta num frasco,acrescenta-se álcool para cobrí-las, fecha-se e deixa-se curtir por pelo menos 3 dias. Após, o extrato já pode ser utilizado ou armazenado assim mesmo em local escuro. Em geral se utiliza uma colher de sopa deste extrato por litro de água para pulverizar as plantas. Mas também é possível utilizar dosagens mais fortes (até 1%) para aplicações em hortas. Seu uso deve ser repetido após chuvas ou irrigação. Usar luvas ao manipular a pimenta e vestimenta de proteção ao aplicar o extrato.

(Video) Manejo Integrado de Pragas (MIP)

• Lagarta rosca: com aparelho bucal mastigador na fase de lagarta, os adultos são mariposas marrom-escuras com algumas manchas pretas. As lagartas atacam inúmeras plantas e ficam abrigadas no solo durante o dia, sendo que ao escurecer iniciam sua alimentação atacando o colo da planta e tubérculos. Quando são tocadas, enrolam-se (Figura 1). As lagartas atingem até 3,5 cm e podem viver até 30 dias. Ocorre o ano inteiro, com pico populacional em dezembro. Danos: as lagartas atacam as plantas nos primeiros 30 dias, reduzindo a densidade de plantio, sendo que o nível de dano varia para cada cultura. Manejo: o extrato de pimenta, além de controlar grilos e paquinhas, também é eficiente para o manejo de lagarta rosca; em áreas onde já apresentou problemas, é recomendável o preparo do solo 3 a 4 semanas antes do plantio; isca atrativa com óleo vegetal (50ml) + açúcar mascavo (40g) + farelo de trigo grosso(1kg) + suco cítrico (20ml) + bórax (5g), bem misturado, deixadas em porções protegidas nas proximidades das áreas mais frequentadas pelas lagartas também é eficiente no manejo da lagarta rosca; especialmente em hortas pequenas e com baixa ocorrência, o controle mecânico através de pequenas escavações próximas as plantas atacadas e posteriormente destruindo as lagartas, pode ser eficiente.

Figura 1. Lagarta rosca

Vaquinhas: os adultos são insetos polífagos (atacam várias culturas), pequenos besouros de cores variadas - verde-amarelo (Diabrotica), preto com manchas amarelas (Cerotoma) – Figura 2, verde metálica (Colaspis) e, tamanho aproximado de 10 mm. Ovos branco-amarelado são colocados isoladamente em fendas no solo. A larva conhecida como larva-alfinete (Figura 3) pode chegar até 10 mm de tamanho, alimentando-se de raízes de plantas (Figura 4) e tubérculos de batata. Na fase de larva os prejuízos são irreversíveis, pois tombam as plantinhas recém-emergidas (milho, feijão, feijão-vagem e outras) e furando raízes e tubérculos. Danos: os furos causados pelos insetos adultos nas folhas, associados aos danos causados pelas larvas, acarretam perdas na produtividade e qualidade dos cultivos.

(Video) Area-wide Integrated Pest Management (AW-IPM)

Figura 2. Vaquinha na fase de adulto causa danos através do desfolhamento das plantas, especialmente no início de desenvolvimento das culturas.

Figura 3. Vaquinha na fase de larva causa danos nas raízes das plantas recém-emergidas e também em raízes de batata-doce e tubérculos de batata (larva- alfinete)

(Video) Manejo Integrado de Pragas e Doenças - Básico sobre o controle de pragas.

Figura 4. Danos nas raízes de milho, provocados pela larva-alfinete (vaquinha na fase de larva)

Pulgões: os pulgões (Figura 5) tem um ciclo de 5 a 6 dias , sendo que uma fêmea produz cerca de 60 ovos (por individuo). Todos os indivíduos são fêmeas, não precisando de machos para se multiplicar, e são rapidamente disseminados pela lavoura, caso não se controle os focos iniciais de infestação. São pequenos insetos (2 a 4mm) marrons, cinzas, esverdeados ou pretos que vivem em colônias, especialmente em brotações novas, nas folhas mais tenras e nos caules Danos: os pulgões causam prejuízos pela sucção da seiva nas folhas mais jovens e brotos tornando-os encarquilhados e expelem um líquido açucarado sobre as folhas. Este líquido propicia o desenvolvimento de um fungo negro, conhecido como fumagina (muito comum em pomares novos) que envolve toda a folha, provocando a perda na qualidade das folhas (hortaliças) mesmo após o controle. Podem transmitir viroses.Os períodos mais favoráveis ao surgimento dos pulgões são a primavera, o verão e o início do outono.

(Video) Aula 2: Manejo Integrado de Pragas (MIP) - Parte 1

Figura 5. Ataque de pulgões em folha de couve

Manejo de pulgões e vaquinhas: recomenda-se os preparados à base de plantas tais como pimenta e cebola para o manejo de pulgões e vaquinhas. Para o manejo de pulgões, outros preparados tais como, de cavalinha-do-campo, losna, confrei , samambaia, cinamomo, coentro e cravo-de-defunto também são eficientes (ver como preparar através de matérias já postadas neste blog). No manejo de vaquinhas, na fase adulta, ainda existem as plantas que podem servir como iscas atrativas, tais como abobrinha caserta , tajujá , porongo ou cabaça. O uso de variedades resistentes, como por exemplo, a cultivar de batata-doce Brazlândia roxa, é eficiente no manejo da larva-alfinete (fase larval da vaquinha) que ataca as raízes deste cultivo. Também um bom preparo do solo, associado a uma boa amontoa (chegamento de terra) no cultivo de batata, reduz significativamente os danos causados pelas larvas-alfinete em tubérculos de batata. No manejo de pulgões deve-se evitar o uso exagerado de adubação nitrogenada, utilizar a irrigação como forma de reduzir a infestação e também culturas atrativas aos diversos inimigos naturais (joaninhas, vespinhas e crisopídeo); o sorgo favorece o aumento da população de crisopídeo. Dentre os inimigos naturais dos pulgões, destaca-se a joaninha. Ainda, no manejo de pulgões é muito importante manter a vegetação nativa nas proximidades da lavoura, pois serve de abrigo e alimento aos inúmeros inimigos naturais dos pulgões.

• Lesmas: são moluscos de cor escura (Figura 6) que atacam geralmente à noite. São hermafroditas e expelem um muco, que ao secar, deixa um risco característico. Durante o dia esconde-se embaixo de tocos, palhas e lugares úmidos. Podem ser vetores de parasitóides intestinais em humanos. Danos: além de prejudicar a saúde humana, as lesmas atacam as folhas e as raízes de plantas pequenas e tenras.

(Video) MINICURSO: Identificação de insetos-praga e seus danos na rotina de campo

Figura 6. Lesmas

Manejo : proteção dos canteiros colocando cal virgem ou cinzas de madeira ao redor dos canteiros; o uso de armadilhas – uso de sacos de aniagem úmidos ao redor dos canteiros, colocados à tarde, servem como abrigo, podendo ser mortos no dia seguinte com água quente, esmagamento ou com água sanitária. Outra armadilha é o uso de lata de azeite com uma tampa aberta, enterradas com abertura no nível do solo, colocando um pouco de cerveja misturada com sal. Ainda pode ser utilizado o preparado com chuchu – colocar dentro de latas rasas, como as de azeite, pedaços de chuchu cortados ao meio e adicionar sal. Essa mistura é bastante atrativa, possibilitando posteriormente a destruição através do esmagamento ou água quente ou ainda água sanitária.

FAQs

O que é o manejo ecológico de pragas? ›

O manejo agroecológico de pragas busca promover o equilíbrio do sistema, reduzindo a população de insetos praga e aumentando a população de insetos benéficos. No entanto, ainda existe a possibilidade de surgimento de populações de pragas. Para estes casos, há necessidade de adoção de métodos de controle.

O que é método controle cultural de insetos-pragas de três Exempos de seu uso? ›

Controle cultural

O controle de pragas agrícolas também pode ser realizado através da utilização de estratégias de manejo cultural. Como por exemplo podemos citar a rotação de culturas, manejo de plantas daninhas, densidade de plantio, época de semeadura e colheita corretas.

Quais os tipos de controle biológico de insetos pragas? ›

O controle biológico de pragas pode ser dividido em quatro tipos: artificial, natural, clássico e o aplicado.

Quais as boas práticas no manejo de insetos pragas? ›

É necessário ter o receituário agronômico e consultar a assistência técnica, além de aplicar o produto específico de acordo com o inseto-praga e o cultivo em questão.

Qual a importância do manejo de pragas? ›

O conjunto de técnicas do manejo integrado de pragas contribui para o equilíbrio ecológico, que ajuda a aumentar a resistência biótica e evita o surgimento de novas pragas. O MIP também possibilita a manutenção do ambiente de produção e reduz as chances de contaminação ambiental.

Qual a importância das pragas? ›

Sua aplicação tem sido fundamental na sustentabilidade ambiental, através da utilização de inseticidas na agricultura, um tema que tem sido muito debatido na produção de alimentos. Com o aumento da população mundial se tornou necessário incrementar a produção de alimentos, visando atender a toda essa demanda.

Como é feito o controle de insetos? ›

Para Marcondes18, os métodos usados no controle de insetos se dividem em: inseticidas; proteção do domicílio e outras construções, que consiste na melhoria das construções (por exemplo, eliminação de frestas e colocação de telas nas portas e janelas); proteção pessoal (repelentes, roupas e mosquiteiros, inclusive os ...

Como é feito o controle de pragas? ›

Os inseticidas são misturados por técnicos qualificados e aplicados por profissionais devidamente treinados e protegidos. Dependendo do tipo de inseticida (como o líquido), pode ser necessário que haja afastamento das pessoas do local. Já o de gel ou em pó, podem ser aplicados com pessoas no ambiente.

Quais os tipos de pragas existentes? ›

Principais pragas que existem no Brasil
  • Corós. Os corós são larvas de besouro que podem aparecer com mais frequência em plantações de milho, trigo e sorgo. ...
  • Lagarta-da-espiga do milho. ...
  • Caruru-palmeri. ...
  • Mosca-branca. ...
  • Larva-minadora. ...
  • Controle biológico. ...
  • Controle físico. ...
  • Resistência de plantas.
Sep 1, 2020

Quais são as principais observações necessárias no controle de pragas e doenças? ›

Quais são as técnicas de controle utilizadas?
  • Monitoramento da lavoura. A vistoria frequente da lavoura permite identificar qualquer aparecimento de planta daninha ou foco de pragas e doenças. ...
  • Rotação de culturas. ...
  • Controle biológico. ...
  • Adubação. ...
  • Dessecação pré-plantio. ...
  • Variedades resistentes. ...
  • Uso de sementes sadias.
Sep 24, 2019

Quais são os tipos de pragas de plantas? ›

Os principais deles são: pulgões, cochonilhas, formigas, lagartas, percevejos, mosca branca.

Que medidas são apresentadas para o controle da praga? ›

São medidas utilizadas:

Monitoramento e estabelecimento de plantações sentinelas para detecção precoce de eventual entrada de pragas. Controle de trânsito de vegetais e seus produtos a partir de áreas infectadas com a praga.

O que é o controle genético? ›

Controle Genético

Consiste na manipulação do genoma dos insetos para modificar o potencial reprodutivo da praga, o qual é conhecido como Técnica do Inseto Estéril - TIE.

Quais conhecimentos um agrônomo deve ter para atuar no mercado de manejo integrado de pragas e doenças? ›

Diversas táticas ou métodos de controle podem e devem ser usados para auxiliar a implementação do manejo integrado de pragas, dentre elas: manejo do ambiente de cultivo; controle comportamental; controle biológico; manipulação genética de pragas, controle legislativo, controle alternativo (produtos biorracionais) e ...

Como surgem as pragas? ›

Em grandes áreas com uma mesma cultura, a diversidade de organismos presentes nesse ambiente é reduzida. Por isso, alguns seres perdem seus predadores ou inimigos naturais, elevando assim a sua população. Com a população aumentando, os organismos assumem o papel de praga e causam prejuízos às culturas agrícolas.

Quais as categorias dos insetos úteis? ›

Principais ordens de inseto de importância econômica
  • → Ordem Thysanura. Nesse grupo encontram-se as traças-do-livro, animais que possuem importância econômica por serem considerados pragas. ...
  • → Ordem Blattaria. ...
  • Os cupins alimentam-se de produtos que possuem celulose. ...
  • → Ordem Hemiptera. ...
  • → Ordem Hymenoptera. ...
  • → Ordem Lepidoptera.

Qual importância em conhecer a ecologia dos insetos para manejo agrícola? ›

→ Decomposição de matéria orgânica: algumas larvas de insetos se alimentam de matéria orgânica em decomposição, ou seja, de cadáveres de animais e de plantas. Isso contribui muito para o meio ambiente, pois faz a reciclagem de nutrientes necessários ao metabolismo de todo ser vivo, seja ele animal ou vegetal.

Quais são os tipos de inseticidas? ›

Tipos de inseticida
  1. Piretroides. Os tipos de inseticidas piretroides são produzidos a partir da piretrina. ...
  2. Organofosforados. Os organofosforados estão entre os tipos de inseticidas agrícolas mais utilizados. ...
  3. Glifosato. O glifosato também está entre os tipos de inseticida mais utilizados em todo o mundo. ...
  4. Óleo de neem. ...
  5. Fumo.
Dec 16, 2020

O que são métodos de controle? ›

O método de controle de estoque é importante para manter a ordem dos materiais no processo de produção. A partir dele, a empresa garante que o consumidor final tenha acesso aos produtos e que os estoques tenham uma rotatividade adequada.

O que é considerado praga? ›

Insetos prejudiciais

é considerada como praga qualquer espécie que venha causar prejuízos econômicos ao agricultor ou à sociedade (animais: insetos, ratos; microrganismos: bactérias, fungos, vírus; vegetais: espécies invasoras).

Quais os benefícios do controle biológico de pragas? ›

Entre os principais benefícios do controle biológico nas lavouras, está o controle das pragas com a redução do uso de inseticidas químicos, possibilitando eficiência de controle e manejo de resistência aos ingredientes ativos utilizados costumeiramente.

Quais são os principais tipos de agrotóxicos? ›

Considerando o tipo de ação, os agrotóxicos podem ser classificados como inseticidas, fungicidas, herbicidas, raticidas, acaricidas, desfolhantes, entre outros.

Quais são os principais agentes de controle biológico? ›

Tipos de agentes de controle biológico. Os agentes de CB podem ser classificados como: Macrorganismos: insetos parasitoides e predadores, ácaros predadores, aves, animais passíveis de serem observados a olho nu; Microrganismos: fungos (figura 1), bactérias, vírus, nematoides e protozoários.

Qual é o objetivo do controle biológico? ›

A premissa básica do controle biológico é controlar as pragas agrícolas e os insetos transmissores de doenças a partir do uso de seus inimigos naturais, que podem ser outros insetos benéficos, predadores, parasitóides, e microrganismos, como fungos, vírus e bactérias.

Quais são as desvantagens do controle biológico? ›

Desvantagens do controle biológico

O controle biológico requer planejamento e gerenciamento intensivos. Pode demandar mais tempo, mais controle, mais paciência, mais educação e treinamento. O uso bem sucedido do controle biológico requer um grande entendimento da biologia da praga e a de seus inimigos.

Quais são os conceitos básicos para um manejo ecológico do solo? ›

As práticas de manejo ecológico de solo tais como, cobertura morta, adubação verde, redução no uso de insumos químicos, policultivos, rotação de culturas, buscam a manutenção e elevação da fertilidade, a diminuição da agressão por meio de processos erosivos e a mitigação da perda de serviços ecossistêmicos obtidos ...

Qual a importância do MIP para a agricultura? ›

Através do MIP, o produtor pode reduzir gastos, aumentar a eficiência dos seus métodos de controle, além de promover uma agricultura mais sustentável e produtiva.

Quais conhecimentos um agrônomo deve ter para atuar no mercado de manejo integrado de pragas e doenças? ›

Diversas táticas ou métodos de controle podem e devem ser usados para auxiliar a implementação do manejo integrado de pragas, dentre elas: manejo do ambiente de cultivo; controle comportamental; controle biológico; manipulação genética de pragas, controle legislativo, controle alternativo (produtos biorracionais) e ...

Qual a importância do estudo da entomologia para a agricultura? ›

A disciplina "Entomologia Agrícola" é considerada de suma importância na formação de engenheiros (as) agrônomos (as) uma vez que é área indispensável ao exercício profissional e visa, sobretudo, prover os acadêmicos de agronomia de conhecimentos básicos e aplicados sobre os métodos de coleta, conservação e ...

Quais são as técnicas que podem ser utilizadas no manejo do solo? ›

Conheça algumas técnicas de manejo do solo:
  • Preparo convencional. Inverte a camada arável do solo, utilizando o arado. ...
  • Preparo mínimo. Utiliza implementos sobre os resíduos deixados no solo pela cultura anterior, com o revolvimento mínimo necessário para o cultivo seguinte.
  • Plantio direto. ...
  • Plantio semi direto.
Nov 26, 2014

Quais são as principais técnicas de conservação do solo? ›

Adubação, calagem e gessagem: as 3 técnicas de manejo químico do solo.

Quais são os quatro pilares do MIP? ›

Estrutura do Manejo Integrado de Pragas

Já os pilares do MIP são os tipos de controle que podemos utilizar, são eles: controle cultural, controle biológico, controle comportamental, controle genético, controle varietal e controle químico.

Quais são os três pilares fundamentais para a gestão integrada de pragas? ›

O Manejo Integrado de Pragas é um trabalho que junta três principais pilares para obter resultados positivos no controle de pragas: ações corretivas, preventivas e educativas.

Quais são os componentes do MIP? ›

Componentes do MIP: Os componentes de um programa de MIP são: diagnose (ou avaliação do agroecossistema), tomada de decisão e seleção dos métodos de controle (estratégias e táticas do MIP).

Como combater o controle de pragas? ›

Controle de pragas: 5 formas de lidar com este problema
  1. 1 – Cuidados no manejo da plantação para evitar o surgimento de pragas. ...
  2. 2 – Controle biológico de pragas. ...
  3. 3 – Fortalecimento das plantas para o controle de pragas. ...
  4. 4 – Inseticidas, pesticidas e repelentes. ...
  5. 5 – Armadilhas no controle de pragas.

Quando se fala de manejo de doenças de plantas quais as 5 modalidades temos disponíveis? ›

Os pilares podem ser definidos em cinco métodos de manejo: o biológico, o químico, o genético, o cultural e o físico.

Quais são as principais barreiras e armadilhas físicas utilizadas contra as pragas? ›

Entre as ferramentas de controle físico mais utilizadas estão as barreiras físicas, sejam anti-insetos ou tipo de exclusão, com malhas com tamanho específico para evitar a entrada de pragas, fotoseletivas que bloqueiam a luz UV interferindo na visão, orientação e dispersão dos insetos, bem como redes tratadas com ...

Qual o nome da profissão de quem estuda insetos? ›

Importância do estudo dos insetosProfissão Entomólogo.

Qual o nome de quem estuda insetos? ›

Trata-se do nicho da entomologia, ciência que estuda os insetos e suas relações com outras criaturas, o ambiente e os seres humanos.

Quais os tipos de Entomologia? ›

Áreas da entomologia
  • Apiologia: ramo que estuda as abelhas;
  • Coleopterologia: estuda os coleópteros (besouros, como as joaninhas, entre outros);
  • Dipterologia: estuda moscas e pernilongos;
  • Heteropterologia: estuda borboletas e mariposas;
  • Mirmecologia: estuda as formigas;
  • Ortopterologia: estuda gafanhotos e grilos.

Videos

1. AULA 4 - Princípios ecológicos para controle de pragas e doenças
(viniciusreis_oficial)
2. Manejo Ecológico de Insetos - Capacitação em Agroecologia - IDR-Paraná - 5° Encontro
(Rede Paranaense de Pesquisa em Agroecologia)
3. Entenda os princípios do MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS [MIP] #6
(Luz, Foto, Produção!!!)
4. Manejo Integrado de Pragas na Soja _ MIP Soja
(Diego M. Souza)
5. SmartMIP - Níveis Populacionais
(SmartMIP)
6. Home Pest Control : How to Kill Chinch Bugs
(homesteady)
Top Articles
Latest Posts
Article information

Author: Twana Towne Ret

Last Updated: 03/20/2023

Views: 6572

Rating: 4.3 / 5 (64 voted)

Reviews: 87% of readers found this page helpful

Author information

Name: Twana Towne Ret

Birthday: 1994-03-19

Address: Apt. 990 97439 Corwin Motorway, Port Eliseoburgh, NM 99144-2618

Phone: +5958753152963

Job: National Specialist

Hobby: Kayaking, Photography, Skydiving, Embroidery, Leather crafting, Orienteering, Cooking

Introduction: My name is Twana Towne Ret, I am a famous, talented, joyous, perfect, powerful, inquisitive, lovely person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.